terça-feira, 21 de julho de 2009

Palestra: Disciplina Mental e Espiritual – 09/07/2009

Disciplina Mental e Espiritual

O Evangelho Segundo o Espiritismo nos diz que devemos orar e vigiar para não cairmos em tentação. Por que o alerta para esta máxima? Em razão das tentações, dos testes que nos propomos constantemente, das tentações da nossa individualidade. De acordo com Emanuel, quando reencarnamos trazemos conosco, impregnados em nosso subconsciente, todos os erros e mazelas cometidas em outras épocas. Como temos o esquecimento do passado, a sua manifestação dá-se pela intuição e pelo sentimento. A simples presença do adversário de outras épocas faz ecoar dentro de nós o ódio, a vingança, o repúdio. Por isso a importância da vigilância.

O que é disciplina?

O dicionário afirma que é uma organização, um método, um sistema de regras para atingir objetivos propostos, então ela tem direção e sentido; diz que a instrução e direção dada por um mestre a seu discípulo também pode ser entendida como obediência, castigo.

Então, primeiro preciso saber o que eu quero, e quais são os meus objetivos? Por exemplo, quero tocar violão: o que preciso fazer para tocar violão? Ter um violão, ir na aulas de violão e praticar, exercitar.

Quando decido ser voluntário, o que preciso?

Primeiro, saber por que eu quero ser voluntário, qual o motivo de querer ser voluntário. Postura particular, minha, decidi ser voluntária para melhorar como ser humano, conhecimento (intelectual e moral), me auto conhecer, mudar minhas atitudes. Depois, preciso seguir as regras para atingir este objetivo, regras desta organização, respeitar esta casa, a organização material e espiritual, as pessoas que buscam esta casa. Preciso de disciplina, estudar, participar de grupos de estudos, e preciso praticar (exercitar) na minha vida cotidiana, na família, no trabalho, em todas as relações os princípios do espiritismo.

Quais as condições necessárias para ser um voluntário? Fé? Disciplina? Comprometimento? Mediunidade?

Segundo palestras anteriores de nossos colegas, exige doação, comprometimento, disciplina e caridade.

Por que temos dificuldade de lidar com a tal da "disciplina"?

Pergunta difícil... acho que pela falta de sabermos de forma clara o que queremos, quais são nossos objetivos e buscar através das ações a concretização destes objetivos. Falta de conhecimento (intelectual e moral) e autoconhecimento. Por desconhecer a mente, ela nos domina e paralisamos na ilusão que criamos, nas dificuldades, nas justificativas para não fazer, a indolência, postergar a aplicação da disciplina, dentre outras muitas.

A maturidade espiritual é aquele momento em que assumimos a responsabilidade por nossos pensamentos, palavras e ações; quando aceitamos a mudança em nós, para nos transformar em seres melhores, colocar em prática o que lemos, estudamos. Somente nesta experiência que ocorre o aprendizado.

Como melhoraremos como seres espirituais?

Com trabalho e disciplina. Chico Xavier ao indagar seu mentor sobre o que precisava para melhorar, a resposta era “sempre mais disciplina”.

Vigiar significa disciplina mental -- este é o caminho proposto para tomar consciência, para o conhecimento de si mesmo, da natureza dos nossos pensamentos e emoções, da reforma íntima, da conscientização das necessidades evolutivas do ser.

Disciplina faz parte das leis universais. Disciplina é a organização do universo, da nossa natureza. É natural ser disciplinado, seguir um padrão de existência que tenha ordem, existe uma atração à disciplina. Ela vem de dentro. A verdadeira disciplina faz parte de você. É uma expressão de respeito pela vida e por você mesmo. Se você a tem, consegue governar sua vida, quando lhe falta, ela é imposta.

Disciplina é uma virtude pessoal e intransferível

Ela serve como um guia, uma luz, o ser sente a necessidade de disciplinar seu espírito dentro do espírito da verdade. O individuo de livre vontade assume a responsabilidade pela reforma interior que se reflete nos comportamentos exteriores. O individuo decide se conhecer, conhecer a origem dos seus sentimentos e a razão da suas atitudes, onde nasce o seu comportamento. Disciplina é perceber de forma clara e real a íntima intenção em cada ação. Isso é ter consciência que leva a mudança, importante tarefa na evolução.

"Vigiai e orai" -- é um estágio disciplinador mais avançado. Disciplina vem do compromisso do espírito.

Alguns exemplos que podemos citar:

A disciplina era um traço da personalidade de Gandhi; norteava todas as suas ações, era qualidade do seu espírito para estabelecer a revolução pacífica da não-violência na Índia. Assim também cientistas, como Einstein, Galileu e outros, foram muito disciplinados para atingir os objetivos que se propuseram pela ciência.

Sai Baba afirma que a disciplina espiritual é primordialmente exigida para o controle da mente e dos desejos, atrás dos quais ela corre. Disciplina espiritual significa limpeza interna quanto externa.

O budismo, como o espiritismo, se alicerça na virtude da disciplina espiritual. O budismo é uma filosofia que procura levar os homens à superação do sofrimento, a um estado do espírito (nirvana), através da disciplina mental e atitudes corretas perante a vida. Conta a lenda que
Siddhartha Gautama viveu até os 29 anos no palácio como príncipe e decidiu abandonar tudo para buscar a solução para o sofrimento humano. Após passar anos nesta busca sentou-se debaixo da figueira para meditar, quando acontece o grande momento da sua vida, quando o demônio Mara, que é representação de todas as coisas mundanas, resolve tentá-lo, argumentando a banalidade da sua procura. Mas, Siddhartha, consciente de seus objetivos, não se deixa enganar. Mara, preocupada com a divulgação dos ensinamentos, sugere que ele vá logo para o nirvana - estado de consciência superior além do mundo físico - e abandone as pessoas à própria sorte, mas o rapaz não cede à tentação e resolve ficar e ajudar as pessoas na busca da felicidade. Mara, como última tentativa, envia suas três filhas,(Desejo, Prazer e Cobiça) que apresentam-se como mulheres insaciáveis para dar e receber prazer, e como mulheres em diferentes idades, presente, passado e futuro. Porém, Siddhartha já tendo atingido um estágio de consciência superior através da evolução psicológica e espiritual, passa por esta experiência e transforma-se definitivamente no BUDA - “aquele que despertou”.

Vejam a semelhança com a passagem bíblica de Jesus quando foi tentado três vezes pelo demônio. Buda nos mostra a iluminação nesta existência, com o domínio da mente e dos desejos, tendo conduta ética, disciplina mental e sabedoria.

Buda e Jesus são avatares que nos trouxeram a experiência da iluminação, com o domínio da mente através da disciplina. Mostraram-nos que a disciplina é necessária para evolução espiritual.

Como fazer para adotar disciplina?

Através da nossa renovação interior, através do conhecimento e autoconhecimento, e do amor, para que cada pensamento, cada palavra e cada ação sejam conscientes e harmônicas, promova vida e respeito ao outro.

E, para finalizar trago esta belíssima mensagem de Sai Baba sobre a disciplina espiritual:

"A mente pode ser usada como uma ponte para conduzir a pessoa do visível ao invisível, do individual ao universaPurifique a mente e modele-a para pensamentos amorosos e idéias expansivas.
Purifique a língua e utilize-a para promover coragem e amizade.
Purifique as mãos e permita-lhes abdicar do mal e da violência.
Deixe que elas ajudem, curem e guiem.
Essa é a disciplina espiritual mais elevada.”

SADHANA SAI BABA

Obrigada pela oportunidade de estar aqui, partilhando estes momentos com vocês.

Carla Fernanda Dal-Molin

Nenhum comentário:

Postar um comentário